Notícias

O IX Simpósio Brasileiro de Educação em Solos (SBES), realizado entre os dias 15 a 18 de maio em Dois Vizinhos-PR, trouxe bons resultados. O evento foi organizado pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) campus Dois Vizinhos-PR e foi promovido pela Sociedade Brasileira de Ciência dos Solos (SBCS) através do Núcleo Estadual Paraná (NEPAR). O simpósio contou com a presença de estudantes de graduação, pós-graduação, professores de ensino superior e básico, extensionistas, pesquisadores e especialistas que atuam na Ciência do Solo diferentes instituições do país.

Com o tema “Educação em Solos no meio rural: entre as escolas e a extensão”, o evento teve por objetivo fomentar a discussão e o compartilhamento de informações relacionadas ao ensino, pesquisa e extensão em Ciência do Solo. O simpósio foi uma oportunidade de intercâmbio entre estudantes, extensionistas, professores e pesquisadores, um espaço impar para presentar os resultados dos estudos, bem como debater os novos rumos a serem tomados nessa importante área.

IX simposio educacao solos palestra

Essa edição contou com a participação de 307 pessoas inscritas, sendo 158 pagantes, dentre esses, 15 sócios da SBCS. De acordo presidente do Simpósio, Elisandra Pacojeski, professora de Pedologia e Química e Educação e Popularização de Ciência do Solo da UTFPR, o evento apresentou na sua programação inúmeras palestras, trabalhos e minicursos ofertados. “Tivemos 29 especialistas envolvidos com palestras, contando com 20 trabalhos selecionados para apresentação oral e 95 para a apresentação em banners”, comenta a pesquisadora.

A palestra de abertura homenageou a professora do Departamento de Solos da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e diretora da Divisão IV da SBCS, Cristine Mugler, que teve o seu nome dado ao laboratório de Pedologia e ao museu dos solos. Segundo Pacojeski, o simpósio contou com a participação de mais de 50 pessoas na comissão organizadora. O evento teve a colaboração massiva de alguns órgãos, com destaque para a Empresa Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER), Agência de Defesa e Agropecuária do Paraná (ADAPAR), Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) e da Itaipu Binacional.

Dentro da programação do SBES, foi incluída uma tarde de campo sobre plantas de cobertura, aulas de amostras de solos de todo Brasil além de minicursos sobre práticas educacionais em solos. Também foram realizadas duas viagens técnicas, a primeira para conhecer os produtores orgânicos de Verê-PR e a segunda para visitar o astroblema, ou “buraco do meteoro” de Vista Alegre, no município de Coronel Vivida-PR. No quarto dia, o evento recebeu a visita de 100 crianças da rede de ensino fundamental de escolas do município de Dois Vizinhos.

IX simposio educacao solos plantacao

Para a pesquisadora Elisandra Pacojeski, o 9º Simpósio Brasileiro de Educação em Solos, que contou com a participação da presidente da SBCS Fátima Maria de Souza Moreira, teve um balanço positivo, atendendo as expectativas da comissão organizadora. “O evento ocorreu tudo dentro do previsto. Tivemos um custo bastante elevado pela diversidade da programação, porém, o retorno foi muito positivo dos participantes”, explica. Segundo a professora,  o evento foi bastante técnico apesar de ser sobre educação. “Acredito que fomos muito felizes na escolha do tema”, ressaltou.

A próxima edição do Simpósio Brasileiro de Educação em Solos já tem cidade definida. Após votação, o conselho presente na assembleia geral, escolheu Juazeiro-BA, cidade localizada na região nordestina, como sede do próximo evento, que será realizado em 2020.

Junior Azevedo
Estagiário de Jornalismo

Criação de sites e lojas virtuais